segunda-feira, 6 de abril de 2020

Margareth e a experiência de ser uma Doutora RiSonha



Escolhi escrever esta carta sobre minha ainda curta experiência nos Doutores RiSonhos, pois no dia 1º de abril de 2020, a minha palhaça, Margareth, fez 3 anos de idade. Ela nasceu no dia da mentira e, ainda como uma criança pequena, a Margareth se aventura em descobrir novas brincadeiras, novos olhares e novas experiências para a cada dia se engrandecer como palhaça.

Entrei nos Doutores RiSonhos faz pouco tempo, fiz o processo seletivo em janeiro deste ano (2020). Carregava comigo muita alegria e vontade de passar, porque desde a primeira vez que coloquei o nariz de palhaça, que foi em um ambiente hospitalar, senti que estar ali, naquele ambiente fazia muito sentido para mim enquanto artista.

Com a mesma aceleração e entusiasmo que meu corpo e meu coração estavam sentindo ao entrar no grupo, e a me mudar de cidade, tive que frear, ou melhor, todos, o mundo inteiro, teve que frear, mal sabiamos nós que um vírus tão poderoso iria nos afastar do trabalho e das pessoas.

Agora estamos em casa, mas o trabalho continua, só que diferente. Eu que nunca fui muito fã de me ver nos vídeos, tenho esse novo desafio: gravar vídeos para estabelecer conexões com as pessoas a distância e descobrir que ali também há técnica, treinamento, criatividade e que também pode ser divertido.

Os estudos na palhaçaria também aumentaram seu ritmo, batem junto com o som do coração, que sente vontade de voltar à rotina do grupo e dos hospitais, e assim poder estabelecer contatos físicos e abraços com as pessoas.



MELAINE PILATTO, DOUTORA MARGARETH

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Em tempos difíceis, o riso também é essencial

Doutores RiSonhos criam conteúdo especial para a quarentena

Com a pandemia do Coronavírus, ficar em casa passou a ser rotina para muitas pessoas nas últimas semanas. Os Doutores RiSonhos também tiveram as visitas aos hospitais canceladas por medida de segurança. Com as atividades presenciais adiadas, o grupo está trabalhando em home office, criando conteúdos especiais nas redes sociais e site. “Imediatamente percebemos o impacto disso nas nossas vidas que precisávamos continuar fazendo o nosso trabalho, que é a humanização das relações”, comenta a Diretora Artística do grupo, Michelle Silveira da Silva.
Os conteúdos tem foco em dicas de leitura, indicação de filmes, sites e atividades, desenhos para as crianças e o especial “Doutores em Quarentena”, que mostra a rotina de Barrica, Chicote, Magnólia e Margareth em casa. “É uma forma de continuarmos trabalhando, levando a nossa mensagem pras pessoas e de respirarmos, pois enquanto palhaços, sentimos muita falta quando não é possível ser. Também é um desafio essa nova forma de trabalhar, por vídeo, sem o contato presencial”, destaca.

CORREIO ELEGANTE



Além das publicações, o grupo está fazendo um Correio Elegante online: gravando vídeos a pedido dos seguidores e enviando para as pessoas indicadas. “A intenção é levar esse afeto, esse carinho que a pessoa está mandando pra sua amiga, pro familiar, pro seu amor, colegas de trabalho através de um vídeo com bom humor e que quando a pessoa receba se sinta presenteada, que alguém pensou nela, está desejando algo de bom pra ela”, revela a coordenadora.
Até o momento, já são mais de 100 pedidos enviados e o resultado está sendo muito gratificante aos integrantes do grupo. Estamos tendo muitos pedidos e um retorno muito bacana das pessoas que recebem. As pessoas estão mandando vídeos, depoimentos, está sendo muito bonito. É a forma que encontramos de estar realmente junto com as pessoas e movimentar e transformar essa energia de incerteza e medo que está pairando no ar”, reforça.
Juntamente com com o Hospital Regional do Oeste e Hospital da Criança, os RiSonhos também irão gravar vídeos especiais para os pacientes que estão internados, até que o retorno das atividades seja possível.

ACOMPANHE
Para acompanhar o conteúdo, basta seguir os Doutores RiSonhos no instagram e Facebook e ainda acessar o site www.doutoresrisonhos.com, onde o conteúdo também está sendo disponibilizado. Os pedidos de correio elegante também podem ser feitos pelo site.


DOUTORES RISONHOS
Artistas que escolheram o hospital como palco, os Doutores RiSonhos já completam 91.760 pessoas atendidas em Chapecó. O grupo realiza visitas semanalmente no HRO e HC, além de intervenções artísticas na comunidade, apresentações de espetáculos e atividades corporativas em empresas e instituições de ensino.
O grupo, que é mantido pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, também mantém a atividade de formação continuada de palhaços, oferece oficinas de iniciação à palhaçaria e formação em palhaçaria no hospital.
A atuação nas instituições de saúde tem como foco transformar o ambiente, ressignificando-o, colaborando para o bem-estar dos pacientes e gerando conexões reais e empáticas entre os envolvidos.


Doutores RiSonhos retomam visitas ao Hospital da Criança

 Depois de seis meses de visitas presenciais suspensas por conta da pandemia, os Doutores RiSonhos retornaram em setembro as visitas presenc...