segunda-feira, 31 de julho de 2017

Balanço de JULHO!

O mês de JULHO chegou com muito frio aqui no oeste de Santa Catarina! Mas o inverno não esfriou nossos corações, nem nossos encontros! O mês foi repleto de atividades e os Doutores RiSonhos arrasaram! 

Segue o nosso balanço de atendimentos:







Fotos de Vinicius E. Bouckhardt

Além das visitas, os Doutores também realizaram treinamentos do grupo, com a professora de Dança Contemporânea Damiana Fernandes de Mello. Foram momentos de grandes descobertas das potencialidades corporais dos nossos atores/palhaços e de grande emoção também, ao percebermos o quanto o trabalho que realizamos nos hospitais tem sido registrado no nosso olhar e nos nossos corpos! Rudolf Laban na veia!


No início do mês também aconteceu a Oficina de Palhaçaria para Iniciantes, promovida pelo grupo e que foi um sucesso de público e com lindos resultados! 


No finalzinho do mês os Doutores Barrica e Chicote, também atuaram na conscientização e prevenção de acidentes no ambiente de trabalho. Em parceria com a empresa Expresso São Miguel, os dois palhaços apresentaram de forma simples e divertida, os cuidados diários para se manter saudável no trabalho! 

Foto de Amanda Stumm

Agosto está chegando e com ele muitas novidades com os Doutores! Aguardem! 

quinta-feira, 13 de julho de 2017

As visitas continuam e com troca de duplas



Na manhã desta quinta feira, 13 de julho, realizamos mais visitas ao Hospital Regional do Oeste (quimioterapia e oncologia) e agora com uma novidade para nós e para nossos pacientes: todas as quintas feiras, os Doutores RiSonhos atuarão com as duplas trocadas. 

Como assim?

Desde 2016, os Doutores atuaram com duplas fixas -  Dra. Barrica e Dr. Chicote e Dr. Mogno e Dr. Cambito - esporadicamente trocávamos de duplas em caso de substituição de alguém. Mas nesse ano, decidimos manter uma visita na semana com a dupla fixa e na outra visita trocamos. 

Porque fizemos isso?


Entendemos que trocar as duplas de trabalho em um dos dias nos auxilia em vários aspectos: interação e entrosamento do grupo, criação de novas possibilidades de jogo, desengessar o jogo dando a este o frescor da novidade, conhecimento e reconhecimento dos colegas, despertar a curiosidade na equipe médica, se divertir ainda mais na execução do trabalho! 

Essa nossa iniciativa já tem trazido muitos resultados positivos ao trabalho, conforme os mencionados acima. 
Confira algumas fotos das nossas visitas cruzadas abaixo. 







Fotos de Amanda Stumm. 

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Palhaçaria no Hospital - Ações Formativas

"Óh Heyokah!
Faça-me rir para que eu volte a ser humano. 
Permita-me ver o me caminho torto." 


Encerramos nesse final de semana as atividades do Projeto Palhaçaria no Hospital - Ações Formativas, proposto por Vinicius Eduardo Bouckhardt e aprovado no Edital de Fomento e Circulação as Linguagens Artísticas de Chapecó/2015.
Foi com grande alegria que recebemos na UNOESC Chapecó, alunos interessados pela linguagem do palhaço, com lindos projetos de vida e de arte, de diferentes cidades da região oeste. 
Foram 04 encontros, totalizando 12h de trabalho, muitas risadas e muito aprendizado conjunto. 
Agradecemos a rica oportunidade de termos nos encontrado com esse lindo e generoso grupo de pessoas, respeitosas, dedicadas, interessadas e divertidas!
Que cada um tenha saído da oficina, com a certeza de que são criativos, potentes,  engraçados, que podem provocar o riso e que podem ser transformadores de energias, inclusive as suas. 

Talvez nem todos venham a ser palhaços, mas que a oficina tenha servido para despertar mais emoções e energias boas em cada um, para abrir o olhar para as novas possibilidades e para não se levarem tão a sério na vida cotidiana! 
Que a transformação seja feita em nós! 
Grande abraço dos Doutores RiSonhos, aguardando a próxima oportunidade de encontro! 










terça-feira, 4 de julho de 2017

Intercâmbio artístico - Doutores RiSonhos e Instituto HAHAHA





“ Na noite anterior, eu não dormi direito. De tanta ansiedade eu fiquei me acordando o tempo todo e quando dormia, sonhava que tinha esquecido meu nariz, depois tinha esquecido a peruca, e assim por diante uma sequência de esquecimentos, que me faziam acordar assustada, e me faziam lembrar do que viria na manhã seguinte.
O relógio despertou e eu levantei rápido da cama alheia. Me preparei com a alegria de uma criança que vai passear e com a mesma ansiedade e certeza das descobertas.
A casa onde eu estava hospedada era bem perto do Hospital Santa Casa, uma quadra mais precisamente. Mas eu fui para lá meia hora antes do combinado, para não perder a hora.
Cheguei na entrada dos funcionários, me sentei do lado de fora e enquanto aguardava as 09:15h, eu olhava e reconhecia aquele espaço externo do hospital. Fiquei a olhar quem chegava, quem saia, quem conversava, quem ria e também quem ignorava por pressa ou costume.
E eis que no horário combinado, surge ela, vindo com sua mochila de roupas nas costas, numa mão um cabide com a sua roupa de palhaça pendurada, cuidadosamente guiada para não se amassar, os olhos estalados e felizes, um sorrisão estampado no rosto, os cabelos meio rebeldes e com uma voz meio apavorada, o que dá a ela um tom muito engraçado me disse: - Bom dia Barrica!
Meu coração se aqueceu em vê-la, em saber que era com ela que ia trabalhar naquela manhã, pois chegava com aquele jeito meio apavorado e gentil, que só pelo fato de existir já virava poesia. Ela se chama Rosa”.




Assim começou meu dia de intercâmbio artístico com o Instituto HAHAHA de Belo Horizonte, MG. Grupo que trabalha há muitos anos com palhaçaria nos hospitais da capital de Minas.
A minha relação com o Instituto HAHAHA foi de amor à primeira vista. Desde a chegada na sede, o contato com a equipe, com a administração, com a coordenação, com os palhaços, foi tudo sempre muito amoroso, respeitoso e de uma generosidade por parte deles, dificilmente encontrada.
Fui convidada pela Gyuliana Duarte, atriz e Coordenadora Artística do Instituto para fazer uma visita com os palhaços Dra. Rosa e Dr. Mulambo ao Hospital Santa Casa.
Conhecer uma estrutura de hospital diferente da que trabalhamos, pessoas e abordagens diferentes, outros tipos de jogos, espaços com necessidades diversas, uma pausa para almoço e um retorno as atividades, foi uma experiência incrível, muito enriquecedora para mim e também para o nosso grupo Doutores RiSonhos que já passou por algumas mudanças após esse breve e intenso contato com o HAHAHA.
Para mim como palhaça, foi uma experiência ótima de jogo, de generosidade e escuta do outro, pois é muito difícil você estar jogando em cena com alguém que você nunca viu na sua vida. Mas Dra. Rosa e Dr. Mulambo foram ótimos e me conduziram na visita de forma que eu estava em casa.
Como Dra. Barrica, pude perceber e ver funcionar outras dinâmicas de jogo no espaço do hospital, pude me desafiar mais e me questionar também sobre algumas abordagens. Percebi o quanto a comicidade física funciona com as crianças e com os coletivos toda a vez que o Dr. Mulambo se jogava nas paredes, se batia nas portas, tentava sair pela janela. E percebi também que a interação individual e delicada também é um suspiro para a alma do paciente, do acompanhante, e a cumplicidade do jogo pode funcionar tanto quanto a gargalhada.
Como Coordenadora Artística dos Doutores RiSonhos eu vi muitas possibilidades se mostrando, percebi outras formas de organização, articulação e isso foi muito esclarecedor para mim.

Como pessoa, bem, como pessoa eu fiquei muito feliz com a recepção, com o carinho e com a generosidade de tudo que foi partilhado comigo, e pretendo honrar e respeitar cada ensinamento, cada dica e cada momento que passei junto ao Instituto HAHAHA. 






Fotos de Tamires da Mata 

Com carinho para Dra. Rosa, Dr. Mulambo, Dra. Xuleta e todos os demais Drs. do Instituto HAHAHA.
Com carinho também ao Dr. Chicote, Dr. Cambito, Dr. Mogno e demais integrantes dos Doutores RiSonhos, minha casa. 

segunda-feira, 3 de julho de 2017

No balanço de JUNHO


Olá amigos que acompanham as atividades dos Doutores RiSonhos, segue um pouco do que realizamos no mês de JUNHO/2017 na cidade de Chapecó:

*01 Oficina de Palhaçaria no Hospital com Vera Abbud e Paola Mussati (20h) pelo Edital de Fomento e Circulação das Linguagens Artísticas de Chapecó/2015; * 04 visitas a Quimioterapia do HRO;
* 02 visitas a Oncologia do HRO;
* 02 visitas ao Hospital da Criança;
* 01 visita ao Programa Esporte Comunitário da Unimed Chapecó;
* 01 recepção aos interessados na Palestra: Inteligência Emocional de Augusto Cury, promovida pela UNOESC Chapecó;

Foram muitos momentos lindos, sensíveis e divertidíssimos!
Grandes encontros de aprendizado e alegria! 

E julho se anuncia com muitas novidades! Aguardem! 


Doutores RiSonhos completam 8 anos de atuação

Artistas comemoram trajetória de muita dedicação à arte da palhaçaria e à humanização hospitalar Transformar o ambiente hospitalar, ressigni...